Primeiras oficinas do Concurso Causas Comuns começam a construir propostas por uma São Paulo mais inclusiva e pacífica

    O Causas Comuns é o mais novo Concurso de Ideias do Instituto Cidade Democrática, realizado com o apoio da Open Society Foundations, e busca envolver cidadãos, organizações da sociedade civil e governantes para fazer de São Paulo uma cidade mais sustentável.

Para isso, o concurso tem em vista os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que aprimoram os Objetivos do Milênio (ODM), trazendo 17 objetivos e 169 metas. Os ODS são o resultado de uma consulta e a construção de uma agenda para o desenvolvimento global para os próximos 15 anos, adotada por mais de 190 chefes de Estado. O Causas Comuns está aliado ao Objetivo 16, que tem como principal finalidade promover sociedades pacíficas para o desenvolvimento sustentável e promover o acesso à justiça a todos. Aberto a todos os cidadãos, o concurso quer ouvir a população para a criação de propostas que possam gerar agendas locais.

DSC_0081   Ao longo do concurso, o Instituto Cidade Democrática realizará uma série de oficinas, a fim de estimular o debate sobre os temas do projeto. Até o momento já foram realizadas cinco. A primeira oficina foi aconteceu no último dia 15, na sede do Instituto, e contou com a participação de atores-chave no campo da participação social e da transparência na cidade.

Já no último dia 20 aconteceram três oficinas: uma na Câmara Municipal de São Paulo, com o apoio do Movimento Voto Consciente, e duas na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP).

O Movimento Voto Consciente é uma organização que tem como objetivo fortalecer os direitos políticos, com ênfase no aprimoramento da participação dos cidadãos em geral. Durante a oficina, os integrantes do Movimento cocriaram a proposta “Publicidade e transparência nos processos municipais com acesso e busca através dos portais de todos os órgãos municipais”.

20151026164050    “A população precisa ter coragem para colocar o que se quer. Os políticos estão acostumados a não escutar a população. Nós não temos o hábito de exigirmos dos nossos políticos a serem as pessoas que eles prometeram que seriam antes das eleições. Precisamos fazer mais”, declarou Sonia Barboza, voluntária do Movimento Voto Consciente.

Na EACH-USP, as oficinas foram voltadas aos alunos e comunidade acadêmica, com o apoio do Grupo de Estudos em Tecnologia e Inovação na Gestão Pública (GETIP), Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso à Informação (GPOPAI) e o Colaboratório de Desenvolvimento e Participação (COLAB), resultando na criação de quatro propostas.

Para participar das oficinas, basta apenas acompanhar as novidades do Causas Comuns nas redes sociais. E se você faz parte de coletivos, movimentos sociais ou ONGS, basta escrever para cd@cidadedemocratica.org.br e peça uma oficina. Nós iremos até você!

Ao fim do concurso serão premiadas as 12 propostas inscritas na plataforma que tiveram mais pessoas apoiando, debatendo e preocupadas em tirá-las do papel. As propostas vencedoras ganharão visibilidade nas redes sociais e no evento público de premiação, em que serão entregues aos governos municipal, estadual e federal, entre janeiro e fevereiro de 2016.

Categories: Concursos de Ideias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *