Cidadãos se unem para resgatar Praça da Nascente após atos de vandalismo

O Coletivo Ocupe & Abrace é responsável pelo resgate da Praça Homero Silva, conhecida como Praça da Nascente, na Pompéia, em São Paulo, desde 2013. Infelizmente, a praça sofreu, recentemente, com ações de vandalismo, que resultaram na morte de peixes e na destruição da vegetação.

IMG_2367-300x225    Felizmente, no último sábado do mês, sensibilizados pela situação do espaço, os moradores da região e pessoas de outros lugares da cidade deram uma lição de cidadania; cerca de 40 pessoas se reuniram em um mutirão para participar da reconstrução do lago e do plantio de novas árvores e vegetação.

Um morador do bairro da Saúde, na Zona Sul da capita, foi um dos participantes. Gerson Pinheiro trouxe vinte lambaris e seis camarões de água doce. “Os camarões irão ajudar a filtrar as impurezas do ambiente”. Além dos peixes, plantou mudas de taioba e jambu no entorno do lago. Estes últimos, segundo ele, atraem muitas abelhas – sua especialidade. Gerson faz parte do grupo de voluntários SOS Resgate de Abelhas Sem Ferrão. “Pretendo mais para frente trazer uma colmeia de abelhas sem ferrão para ajudar na polinização aqui das plantas da praça”, contou.

A artista plástica Andrea Valencio Pesek, uma das voluntárias do coletivo Ocupe e Abrace, resumiu bem aquilo que estava no ar, nas conversas entre os participantes: “Como algo ruim se transforma em algo tão bom!”. Dentre as principais atividades realizadas, ela destacou a melhora na contenção da barragem do lago, feita com velhos galhos de um eucalipto que havia sido cortado no entorno, podas nas bananeiras, plantação de nova vegetação aquática e a introdução de novos peixes.
Confira o relato completo aqui.

Fonte: Estadão Sustentabilidad

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *