Conheça a Passagem Literária Consolação: espaço subterrâneo repleto de cultura

    Quem passa distraído entre as esquinas da Avenida Paulista com a Rua da Consolação talvez não conheça o curioso espaço subterrâneo entre elas: a “Passagem Literária da Consolação”, um ambiente cultural que reúne um sebo de livros, música ambiente além de exposições.

12670343_912440615519914_2214506950377275620_n     “Embarque Parada Paulista” é a única inscrição que identifica o lugar. Ao descer as escadas para ter acesso ao corredor subterrâneo, o visitante já se surpreende com as colagens e obras de grafite que tomam as paredes. Discreta à primeira vista, a passagem revela um cenário novo. “Eu encontrei o lugar da maneira que descobri os melhores lugares da minha vida, meio perdido. Eu entrei aqui pensando que chegaria ao metrô”, conta o recifense Kelmer Luciano, em visita à cidade de São Paulo.

    O projeto da Passagem Literária foi idealizado por livreiros que antes ocupavam a Avenida Paulista, mas foram obrigados a abandonar o comércio ambulante na região. Foi então que os comerciantes sugeriram a criação de um lugar para exercer a profissão de maneira regular. Em conjunto com a subprefeitura da Sé, o ambiente escolhido foi a passagem subterrânea da Consolação, que na época estava totalmente depredada e oferecia riscos à população. Após intensa reforma, com início em maio de 2005, a Passagem foi aberta ao público em novembro do mesmo ano.

12931122_912440612186581_2475853322459281011_n    Com a revitalização, foi fundada a Associação Via Libris, responsável pela conservação e programação da Passagem Literária. Com aproximadamente 4 mil títulos, o sebo oferece livros de história, direito, marketing, economia, psicologia, administração, teatro, cinema, literatura, entre outros. A única ressalva de alguns consumidores é em relação aos preços.

    A programação cultural é diversificada e atende aos mais variados gostos. Cada mês uma nova exposição ocupa a vitrine que se estende ao longo da Passagem Literária. O ambiente está aberto para o trabalho de artistas iniciantes até os mais consagrados.

    O ambiente artístico reúne um público variado, alguns estão só de passagem, outros vão para descansar, ouvir música, comprar livros ou apreciar a programação.

Fonte: Paulista 900

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *