“M’Ana”: serviços de manutenção residencial prestados por mulheres para mulheres

Ana Luisa Monteiro, uma mineira de 26 anos, criou o M’Ana, um serviço feito “de mulher pra mulher”. Após sentir medo durante uma entrega de botijão de gás em sua casa, em que o entregador fazia perguntas como “Cadê aquele menino que mora aqui? Você está sozinha em casa?”, ela refletiu sobre a situação e percebeu a falta de serviços feitos por mulheres, como reparos domésticos, por exemplo.

“Eu fiquei apavorada e comecei a inventar desculpas. Disse que meu amigo estava na padaria e já estava voltando, e fui me dirigindo à porta para pagá-lo. Assim que ele foi embora consegui respirar tranquila novamente”, disse em entrevista ao Catraca Livre.

servico-manutencao-domestica-banner-450x415     Com sua inciativa ela quer evitar que mulheres sintam-se desconfortáveis ou inseguras em suas próprias casas quando precisarem de algum serviço. “Eu percebi que faço a maioria dos serviços de manutenção em casa. E aí comecei a investir tempo para aprender coisas com meu avô, com meu primo e anunciei minha ideia”

Com menos de uma semana de sua página no Facebook no ar, ela já ganhou 1500 curtidas, enquanto o post em sua página pessoal teve quase três mil curtidas e dois mil compartilhamentos. “Não esperava a repercussão. Soltei a notícia na internet achando que ia atender três pessoas”, conta.

Além dos benefícios óbvios da empresa, ela também gera empregos para mulheres e em áreas que são pouco representadas, como elétrica e hidráulica.

“Algumas me recebem e me convidam para tomar um chá e pedem para eu contar minha história. Percebo que elas se sentem à vontade, assim como eu”, revela.

Ela também aceita troca de serviços como pagamento. Por exemplo, seu banner de divulgação foi feito por uma amiga em troca de uma instalação de tela nas janelas e no portão da casa dela.

A M’Ana atende em todas as regiões de São Paulo. Entre em contato em sua página no Facebook ou pelo número (11) 94400-0863.

 

Fonte: Razões para Acreditar

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *